quarta-feira, 11 de dezembro de 2013

Alien - A Ressurreição

Olô \o\
   Sabem (não sabem), eu sou uma pessoa que tende a ignorar reclamações sobre coisas consideradas importantes (porque pra mim as pessoas reclamam demais) mas fico completamente indignada com casos totalmente inuteis e tantas vezes inexistentes; como esse.
   Meu pai queria assistir o filme Alien comigo, e pegamos o domingo para que eu pudesse ver mais de um dos 4 filmes (se desconsiderarmos Alien versus Predador); acabei não vendo o 1° e o 3° porque pra ele são inuteis: no primeiro, Ellen Riplay desce com a tripulação de sua nave ate um planeta inabitado onde há uma nave. Entrando lá, um parasita gruda no rosto de Kane e nada consegue tirá-lo de lá. De repente, o parasita cai morto. Horas depois um pequeno alien rasga a barriga de Kane para sair de dentro dele. A tripulação inteira morre, Riplay entra em uma câmara de hipersono de uma capsula de fuga e explode sua antiga nave. Ela fica 57 anos no espaço, e é encontrada no começo do segundo filme. O terceiro se passa em uma prisão, pra ondem mandam Riplay por esta explodir um complexo inteiro no segundo filme. Bom, Alien é um filme antigo, então não to nem aí pra spoilers. (mas você pode parar de ler agora se não quiser saber o desfecho do 4° filme).


    O Alien, A Ressurreição se passa em um complexo da Companhia, que procura desde o primeiro Alien conseguir um espécime para criar uma arma biologica (o que na verdade é meio estupido, mas como amei o filme e existe mesmo gente idiota, eu perdoei); infelizmente para eles, Riplay eliminou toda a espécie que estava ao seu alcance (como disse um dos diretores do complexo "não queremos que ela retome seu passatempo [de eliminar aliens]"). A companhia teve então que recriar Riplay, que se matou no terceiro filme com um Alien dentro de si. Isso demorou 200 anos, mas por fim a numero 8 se mostrou perfeita. Porém, como o sangue era tanto da mulher quanto do alien dentro de si, ela 'nasceu' híbrida. O pequeno fiotinho reprodutor que tiraram de dentro dela também, e passou a possuir a capacidade de desenvolver outros aliens dentro de si, em vez de criar parasitas. Ou seja, graças à Riplay, desenvolveu um útero. Ok, o filme se passa neles morrendo por aliens comuns enquanto tentam sair da nave e explodi-la (nessa ordem, por favor). Quase no final, esse pirralho híbrido melequento das fotos à baixo nasce de dentro do filhotinho da Riplay e desafio vocês a acertarem a primeira coisa que ele faz... isso mesmo, você acertou! Ele arranca a cara de sua mãe alien com um tapa! (Tinha nem 10 segundos de vida esse pirralho, Ellen deve ter pensado "esse é o meu garoto"); bom, ele não reconheceu a monstruosinha gigante como sua mãe, e correu alegremente dentre margaridas e luz do sol pro colo de quem? Isso, da Riplay. Ele acreditava que ela fosse sua mãe, mas ela não tava muito afim de assumir a cria não e correu loucamente até a nave que tava partindo. Depois de entrar lá, a escotilha foi dada como meio aberta, acharam que tava bugada e mandaram a android Winona Ryder arrumar. Lá chegando ela encontrou um boiadeiro com quem foi falar deu de cara com a criaturinha de 2 metros que cutucou o tiro que ela tinha no peito. Ela se esconde e ele tenta alcança-la; quando não consegue ele faz uma carinha MUITO FOFA, principalmente dado o fato de que ele tinha que ser feio que nem o cão. Uns 2 minutos depois ele mata um cara, e Riplay vai lá ver que que tá pegando. Ele não ataca ela, ele a abraça e fica todo meigo, solta a android quando ela pede e tudo. Dai ela aproveita que ele ta distraidinho, joga seu sangue num pequeno quadrado de vidro da escotilha que dá pro espaço (o sangue deles derrete qualquer coisa, e o da Riplay também é assim) e empurra ele no buraco que foi formado. Ele morre da pior forma possível, sugado aos poucos para o espaço. Primeiro a pele de suas costas, depois seus órgãos, seus membros e o resto de si. Fica totalmente despedaçado. Enquando morria, olhava pra Riplay e gritava o que em Alien deve querer dizer "Mãe, me ajuda, sua kenga". Me julguem, mas ele não merecia morrer daquele jeito. Tá, ele matou um cara, e tá, ele matou a propria mãe alien, mas ele é uma criaturinha híbrida incompreendida que estava apenas seguindo seu instinto e sua mamãezinha quase humana. Não-merecia-morrer-daquele-jeito. Ainda mais porque ele tinha uma carinha realmente fofa quando ficava magoado.



    Não acho justo ele ser tão menosprezado por sua mãe/avó, ele nem nome tem. Por isso vou dar um nome pra ele. Vai se chamar Armandinho. ~créditos do nome à Jon~

Armandinho fiotinho cute cute, quem é o assassinozinho da Gio? Quem ééé?
    Bom, se ainda não viu Alien, veji, é realmente legal. Espero sinceramente que ache o Armandinho fofo, porque ele é a criaturinha mais horrosamente meiga que eu já vi. E sim, estou falando sério. Não, não sou daquelas que acha, sei la, um esquilo empalhado com as tripas de fora bonitinho, eu gosto de gatos. Vivos. Com as tripas no lugar. Armandinho é fofo, um dia as outras pessoas verão isso (ou não).


Boa sorte explodindo sua nave, e que nenhum Alien saia do seu peito ou esmague a sua cabeça.
~~Gio

2 comentários :

  1. HAHAHA! Muito bom texto! Me esclareceu muitas coisas.

    ResponderExcluir
  2. Ich stimme dazu, dass Armandinho sehr interssant ist.

    ResponderExcluir